ONU diz que caso de Lula pode levar ‘pelo menos 2 anos’ para ser concluído

A Organização das Nações Unidas (ONU) confirmou que recebeu a denúncia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o Brasil. Entretanto, a instituição alertou que o processo pode levar “pelo menos dois anos” para ser concluído e que existe uma fila de casos pendentes de mais de 500 outras pessoas.

A entidade explicou que a denúncia foi apresentada ao Comitê de Direitos Humanos. “Os funcionários do escritório da ONU vão examinar a petição, fazer um resumo legal e enviar aos membros do Comitê para que avaliem”, informou a assessoria de imprensa da ONU. “Membros vão decidir se o caso pode ser registrado”, indicou. Um dos critérios será se “todas as avenidas legais domésticas foram esgotadas”. Se for registrado, o caso entra como os pendentes no Comitê.

Uma resposta

  1. Espero que agora com a eleição de Rodrigo Maia para Presidente da Câmara dos Deputados tenhamos por parte dos integrantes do TSE e/ou STF melhores condiç ões de análise das corrupções que estão sendo mostrados de maneira jamais vi sta e que se necessário a casação de Dilma Rousseff; bem como de Michel Teme r caso seja comprovado de maneira inequívoca tal como já aconteceu com os ch efões Lula e Dilma iniciado desde o mensalão e até agora as Operações da Lav a Jato que nos fazem compreender o porque de Charlles De Gaulle ter razão qu ando disse que:”O Brasil não é um País sério”!; bem como o cidadão Edson Ara ntes do Nascimento (Pelé Cidadão Mundo) ter proferido sábia frase;”Os brasil eiros não sabem votar”! Que estas posições estão sendo ratificadas pela Revi sta THE ECONOMIST:”O Brasil foi traído por Dilma e por classe política”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Categorias

1 trilhão de reais

Os brasileiros já pagaram 1 trilhão de reais em impostos em 2017, segundo a Associação Comercial de São Paulo.

Leia Mais