Oi tem queda na receita líquida no 1º trimestre

O grupo de telecomunicações Oi sofreu uma queda de quase 2% na receita líquida do primeiro trimestre, mas apresentou uma melhora em outros resultados operacionais para o período sobre o mesmo intervalo do ano anterior.

O total de unidades geradoras de receita cresceu 7,2% ano a ano, totalizando 70,8 milhões, puxado pelos segmentos de mobilidade pessoal e corporativo, que avançaram 12,2 e 5,5%, respectivamente, sobre o primeiro trimestre do ano passado.

A companhia apresentou números pro-forma como se a reorganização ocorrida em fevereiro e que simplificou sua estrutura societária tivesse acontecido logo no início do ano.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) avançou levemente, em 1,4%, no primeiro trimestre, somando R$ 2,012 bilhões. Enquanto isso, a margem cresceu 1 ponto percentual, para 29,6%.

Apesar disso, a empresa viu a receita líquida cair 1,9% na comparação anual, fechando o trimestre em R$ 6,802 bilhões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

dezembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 
Categorias