O Papa ensina: Jesus estabeleceu distância entre política e religião

No segundo volume de sua biografia de Cristo, o pontífice disse que Jesus estabeleceu distância entre política e religião.

Em Jesus de Nazaré, da Entrada em Jerusalém até a Ressurreição, o sumo pontífice diz que Jesus “não vem (ao mundo) como um destruidor. Ele não vem empunhando a espada de um revolucionário”. Em vez disso, Jesus vem “com o dom da cura”, para revelar “o poder do amor”.

Bento XVI afirma que, na época em que Jesus viveu, não havia separação entre política e religião, e que teria sido o próprio Jesus que estabeleceu a distância entre as duas coisas.

“Naquela época as dimensões política e a religiosa eram absolutamente inseparáveis”, disse Bento XVI. “Jesus, com sua mensagem e modo de agir, inaugurou um reino não político do Messias e começou a separar uma coisa da outra.”

O blog comenta: e ainda tem muito religioso metido em política na região do Seridó. Padres, por exemplo.

4 respostas

  1. Esse Papa é o mais preparado que a igreja Católica tinha para conduzir seu rebanho nesses tempos de apostasia da fé em que mergulha a humanidade, tempos em que já estão patentes todos os sinais préditos pelo Senhor Jesus sobre seu retorno Glorioso, não mais como o Cordeiro a ser imolado por todos nós, mas como o Senhor da Glória. A irmandade mulçumana já monta o cenário que possibilitará a guerra de Gogue e Magogue, para só depois vir a grande e final batalha do Armagedon. Quando já reinará na terra aquele a quem Paulo chamou de “o filho da iniquidade, o anticristo, a quem o Senhor o destruirá com um sopro de sua boca”.

  2. Completando o sermão do irmão Jonas. E com o filho da iniquidade vão todos aqueles Egoístas, usurpadores e todos aqueles que proclamaram o meu nome em vão, principalmente aqueles que não amam nem o próximo, que pensam que tem um rei na barriga, e sai querendo arrasar todo o mundo pensando ser dele o dono. Na biblia tem mais de 30 referências sobre a pedra, fala-se da pedra do coração, da pedra no pecoço no mar, e por ai vai. A igreja catolica onde aprendi e vivenciei estar de parabéns no AMOR AO PRÓXIMO principalmente no quesito familia, porque a FÉ SEM OBRAS É MORTA. Toda honra e toda GLÓRIA ao rei JESUS, e aos puritamos (rsrs) que pensam que só porque vivem dizendo Senhor, Senhor, pensam que só eles vão para o céu. Não vá ralar não, porque a fé sem obras é morta, a preguiça é a chave da pobreza, e quando nem amor tem! Para se CURAR o orgulho, ai o bicho pega. Como diz o nosso Papa, Jesus não vem ao mundo como destruidor, nem revolucionário, ele vem com o dom da cura, para revelar o AMOR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  
Categorias