Nunca se viu tanto dinheiro em Natal: R$ 5 bilhões de reais

arena_das_dunasNinguém duvida que nos próximos cinco anos, até a realização da Copa de 2014, “rios de dinheiro” circularão pelas 12 capitais escolhidas pela Fifa para sediar o maior evento esportivo do planeta. Um estudo da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústria de Base (ABDIB) indica que serão aplicados aproximadamente R$ 110 bilhões até 2014, somente em infraestrutura. Desse montante, Natal deverá receber cerca de R$ 5 bilhões, em diversos setores.A partir da próxima semana, quando técnicos da Fifa se reunirão com representantes de cada uma das 12 capitais para definir as mudanças necessárias nos projetos, uma série de licitações deverão ser iniciadas – boa parte delas feita por meio de parcerias público-privadas (PPPs).

Todas visando, desde reforma e a construção de estádios, até a viabilização da movimentação de passageiros por trilhos ou aeroportos. Segundo o estudo da ABDIB, no estado de São Paulo serão aplicados R$ 32 bilhões, enquanto para o Rio de Janeiro estão previstos R$ 10 bilhões. Mesmo em capitais menores, como Natal, o volume de oportunidades é considerável. Por lá serão aplicados quase R$ 5 bilhões em áreas como hotelaria, malha viária, aeroportos e saneamento.Boa parte dos investimentos na capital potiguar, cerca de R$ 1,5 bilhão, devem se concentrar na execução do projeto do Complexo Arena das Dunas, no bairro de Lagoa Nova.

Essa é a estimativa feita pelo secretário estadual de Turismo, Fernando Fernandes, do valor necessário para erguer todo o complexo, que inclui hotel, shopping, centro de convenções e os centros administrativos do município e estado. Fernandes também preside o Comitê Executivo da Copa em Natal. A verba gerada pelo complexo dará origem ao “Estádio das Dunas”, empreendimento em que estão envolvidas companhias européias como a Lusoarenas, de Portugal, e a francesa Buygues, além das nacionais Serveng-Civilsan e Valora.

No total, oito empresas já declararam interesse em participar da licitação em Natal. A razão pela rápida procura das megas empresas pelo projeto natalense pode ser explicado pela estimativa feita pela Lusoarenas de que o Complexo da Arena das Dunas deve gerar receitas na ordem de R$ 5,4 bilhões, sendo R$ 3,4 bi nos primeiros cinco anos, e R$ 2 bi nos anos seguintes.

Bruno Vasconcelos – da redação do DIARIODENATAL

6 respostas

  1. Eu acho que isso vai bater catolé, nem Estado nem Prefeitura têm condições para essa obra gigante!…..como vão fazer um vestibular se nem ao menos fazem um simples dever de casa? isso é conversa fiada. Contra fatos não têm argumentos!!!!

  2. “Eu Já sabia” desde o início que essa loucura não ía pra frente! Lula já mandou um recado, dinheiro pra essas coisas necas! e agora demolidora?

  3. Porque só agora todos querem criticar?
    Porque não foram contra isso antes.
    Eu sempre fui contra essa copa em Natal, sempre critiquei e disse que seria um absurdo gastar MUITO dinheiro em coisas que não serviriam realmente para as classes B,C e D só a galerinha que já é podre de rica vai ficar mais rica ainda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias