Novo gestor da Companhia Estadual de Habitação traça planos para o setor

Após assumir em agosto o cargo de presidente da Companhia Estadual de Habitação e Desenvolvimento Urbano (Cehab), Carlos Antônio de Araújo, declarou ter como missão erradicar o déficit habitacional no Estado, que hoje é de 120 mil moradias, com predominância na área urbana. Neste sentido, o órgão vem fazendo um levantamento minucioso, com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2015, e do último censo do IBGE, em 2010, além do Plano Estadual de Habitação de Interesse Social (PEHIS).

O objetivo é traçar um diagnóstico da demanda social para priorizar as camadas mais vulneráveis, seguindo as diretrizes do atual plano de governo. “Sabemos que existe uma parcela significativa da população potiguar morando em habitações precárias ou improvisadas, além das coabitações, onde inúmeras famílias permanecem juntas na mesma unidade por não terem condições financeiras de arcar com o aluguel. Portanto, precisamos construir mais moradias e a Caixa Econômica será uma grande parceira do governo, pois tem expertise e vai nos ajudar a qualificar o corpo técnico da Cehab, dos municípios e entidades ligadas ao segmento”, frisou Araújo, que é também o superintendente adjunto da Caixa Econômica Federal (CEF) no Rio Grande do Norte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

julho 2022
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias