Penso, logo existo...

UERN extingue lista tríplice para direção e chefia de departamento e agora mira fim da “exigência” para reitor e vice-reitor da Universidade

O Conselho Universitário da UERN aprovou por unanimidade nesta quinta-feira (17) a extinção da consulta em lista tríplice para Diretor e Vice-Diretor de Unidade Universitária, e chefe e sub-chefe de Departamento na UERN. Com isso, as consultas na Universidade passam a ser eleições diretas para esses cargos, devendo ser nomeado o candidato mais votado nas eleições. A decisão do Consuni foi considerada acertada por todos os membros do Consuni. Para a Associação dos Docentes, é uma forma de ampliar a democracia na Instituição. “Quero parabenizar o Consuni e a gestão da UERN. O mais importante desse processo é que se ouviu a comunidade. É com muita alegria que estamos fazendo um novo capítulo, ampliando a democracia na UERN”, afirmou Patrícia Barra, presidente da Aduern. De acordo com a vice-reitora Fátima Raquel Morais, a Universidade está em contato com o Governo do Estado para que seja extinta também a exigência de lista tríplice para o cargo e reitor e vice-reitor da Universidade. A governadora Fátima Bezerra, chanceler da UERN, já se posicionou favorável à extinção da lista tríplice, e assumiu o compromisso de estabelecer eleições diretas para esses cargos na Instituição, garantindo que seja nomeado o primeiro colocado, respeitando a decisão da comunidade acadêmica. Ainda segundo Fátima Raquel, nesta semana, a Reitoria enviou ofício ao Gabinete Civil do Estado cobrando celeridade neste processo. O Consuni aprovou ainda a emenda estatutária que possibilita o retorno dos servidores técnicos administrativos e dos estudantes nos Conselhos Administrativos (Consad) dos Campi Avançados. De acordo com a autora da proposição, conselheira Irani Lopes da Silveira Torres, representante dos técnicos administrativos no Consuni, o novo Estatuto, aprovado em setembro de 2019, retirou a representatividade dos técnicos da composição dos Conselhos Administrativos (Consad) dos Campi Avançados, causando prejuízo aos técnicos administrativos lotados nos campi e aos alunos dos cursos vinculados a esses campi. “Por um lapso, este Conselho deixou passar essa questão, que está sendo corrigida neste momento”, afirmou. De acordo com o documento aprovado pelo Conselho, ficam acrescidos os incisos IV e V no Parágrafo 5º do Artigo 27 do Estatuto, que asseguram que dos membros dos Consads, 15% será de representantes dos técnicos administrativos e 15% de estudantes. Em seu voto, o relator Prof. Francisco das Chagas Lima Júnior se posicionou favorável à proposta de emenda, afirmando que contribuirá para o aperfeiçoamento da norma, tornando possível a modernização do atual Estatuto da UERN, promovendo a participação de todas as categorias na composição dos Conselhos Acadêmico-Administrativos. O presidente do Sindicato dos Técnicos-Administrativos da UERN, Elineudo Melo, afirmou que trata-se da correção de um equívoco ocorrido durante a aprovação do Estatuto e parabenizou o Conselho pela aprovação. O reitor Pedro Fernandes presidiu a reunião e parabenizou os membros do Conselho pela maturidade em corrigir um erro cometido na aprovação do Estatuto recentemente. “O Estatuto foi aprovado em setembro do ano passado, e já está passando por alterações. Estamos aqui discutindo para corrigir o que passou despercebido ou o que julgamos não ser o melhor para a nossa Comunidade Acadêmica. Muitas vezes, na busca de fazer o mais democrático, podemos pecar, e temos toda a maturidade de corrigir. Parabéns a todos os Conselheiros por permitir este momento para a Universidade”, afirmou Pedro Fernandes. As reuniões do Consuni são transmitidas ao vivo pelo Canal Uern Oficial do Youtube. A reunião desta terça-feira pode ser acessada no link https://urless.in/1tDpX.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *