Penso, logo existo...

TRT-RN conquista Prêmio CNJ de Qualidade e se destaca entre os tribunais mais eficientes do país

A qualidade do trabalho desenvolvido pelos magistrados e servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região foi reconhecido nacionalmente pelo Prêmio CNJ de Qualidade, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) O TRT do Rio Grande do Norte foi distinguido com o Prêmio CNJ de Qualidade, na categoria Prata (722 pontos), alcançando uma posição de destaque entre todos os tribunais com o melhor desempenho do país. O anúncio dos ganhadores do prêmio foi feito pelo ministro Tóffoli durante o XIII Encontro Nacional do Poder Judiciário, que reuniu representantes dos 91 tribunais (federais, do trabalho, militares, eleitorais, superiores e estaduais) brasileiros.   “Esse prêmio é muito importante para todos nós, porque reconhece e incentiva um trabalho realizado por um tribunal de qualidade”, comentou o presidente do TRT-RN, desembargador Bento Herculano Duarte Neto, logo após o anúncio da premiação.   Para ele, essa distinção estimula ainda mais. “Vamos em busca de melhorar ainda mais nossos índices”, garante o presidente Bento Herculano.   Dentre os quesitos exigidos pelo CNJ para avaliar o desempenho dos tribunais se destacam medidas administrativas, mudanças nas rotinas operacionais, melhorias nas soluções dos processos e resultados entregues à sociedade.   O Tribunal do Trabalho do Rio Grande do Norte reduziu sua taxa de congestionamento de processos e o tempo médio de duração dos processos.   O TRT-RN destacou-se pela melhoria no atendimento ao cidadão e por seus investimentos na melhoria de suas estratégias e na implantação de políticas de valorização das Varas do Trabalho.   O CNJ também reconheceu o trabalho da Justiça do Trabalho potiguar pela implantação do Processo Judicial Eletrônico em todas as suas instâncias.   A política de transparência adotada pelo TRT-RN também mereceu uma excelente pontuação por parte do CNJ, assim como a qualidade dos dados produzidos pelo tribunal e a pontualidade no envio ao Conselho Nacional.   Outros pontos destacados pelo CNJ foram sua gestão participativa adotada pelo TRT-RN e suas ações socioambientais, de acessibilidade, de participação feminina e de atenção à saúde de magistrados e servidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *