18/dez/2010

Rosalba acena para Dilma Roussef


Por Robson Pires, em

“Bandeira branca, Dilma! Eu sou DEM, mas não radical. Parceria  é o meu desejo…”

Eis a interpretação para a presença da Governadora eleita Rosalba Ciarlini na diplomação da Presidente eleita Dilma Rousseff noite de sexta-feira em Brasília.

Afinal, Rosalba (dir) – entre dois governadores eleitos presentes ao ato –  foi a única de oposição  e a única fora do PT. Precisa desenhar?

Por Laurita Arruda


3 Comentários

  1. adalberto disse:

    quem viver verá. rosalba deixa o DEM pelo PMDB antes que agripinopisque os olhos

  2. Evandro Medeiros disse:

    Oportunismo.

    Política e outras tem dessas coisas.

  3. Adriano disse:

    Fidelidade partidária

    De acordo com a Resolução, o partido político interessado pode pedir, perante a Justiça Eleitoral, a decretação da perda de cargo eletivo em decorrência de desfiliação partidária sem justa causa.

    Conforme § 1º, do art. 1º, considera-se justa causa a incorporação ou fusão do partido, a criação de novo partido, a mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário e grave discriminação pessoal.

    Podem formular o pedido de decretação de perda do cargo eletivo o partido interessado, o Ministério Público Eleitoral e aqueles que tiverem interesse jurídico, de acordo com a norma.

    O TSE é competente para processar e julgar pedido relativo a mandato federal. Nos demais casos, é competente o Tribunal Eleitoral do respectivo estado.

    Rosalba vai mudar de partido mesmo?O.o alegando o quê? peseguição? Ela pode até mudar, mas perde o madato!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Segunda, 22 de Outubro de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

outubro 2018
D S T Q Q S S
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031