Penso, logo existo...

Rodrigo Maia e Alcolumbre se reúnem para discutir polêmicas da família Bolsonaro

O presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), discutiram na semana passada, com outros integrantes do partido, a forma de reagir a crises que envolvem o Executivo. A ordem é fugir dos temas polêmicos e seguir tocando a agenda econômica no Congresso. A conversa ocorreu em um jantar na terça (29), pouco depois que o Jornal Nacional revelou que o porteiro do condomínio de Jair Bolsonaro havia citado o nome do presidente em um depoimento no processo que apura o assassinato da morte da vereadora Marielle Franco. Na conversa estavam também o prefeito de Salvador, ACM Neto, que preside o partido, e outros parlamentares. De acordo com um dos presentes, a proposta é tratar publicamente eventuais processos e investigações que envolvem a família de Bolsonaro como um problema deles, “sem trazer isso para perto da gente”. Ou seja, ignorar os temas sempre que possível. Na quinta (31), a regra foi rompida com as declarações do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ) de que a resposta a uma hipotética “radicalização” da esquerda poderia ser o AI-5. MÔNICA BERGAMO

Comentar

  • Que pena, o nosso país passando por diversas crises nos mais diversos setores e ter que se dedicar a questiúnculas de uma família sem equilíbrio emocional para conviver com poder. Votei no Bolsonarioo, mas sem saber que ele tinha um elenco da Peça teatral Gaiola das Loucas, pra colocar acima dos problemas e ações inerentes ao cargo de presidente do nosso Brasil. Que dó!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *