Penso, logo existo...

Padre e coroinha faziam sexo em motéis

p r O padre Jocerlei José Tavares, 44 anos, e a coroinha de 16 anos, que está grávida dele, se encontravam desde o fim de novembro em motéis de Campo Grande, segundo investigações da Polícia Civil. O líder religioso foi afastado das funções pela Arquidiocese de Campo Grande. Na época do afastamento, o G1 entrou em contato com o padre. Por mensagem de texto, ele não quis comentar o caso e pediu para a reportagem falar com a Arquidiocese. Nesta sexta-feira, a equipe voltou a fazer contato com Jocerlei, mas ele não atendeu às ligações e não respondeu às mensagens. A delegada Daniella Kades, adjunta da Delegacia Especializada de Atendimento à Criança e ao Adolescente (DEPCA) disse ao G1, nesta sexta-feira (16), que os encontros sexuais eram durante a tarde, período em que a adolescente falava para a família que estava na igreja. O padre buscava a garota com o carro da igreja e os dois seguiam para o motel. “A menor falou que o relacionamento amoroso com o padre foi de consentimento de ambos, ela consentiu com todas as relações que eles tiveram, que foram cerca de quatro vezes, que os encontros ocorreram sempre no período vespertino e se deram em motéis. Agora os fatos também foram confirmados pelo padre em depoimento”, explicou a delegada. Em depoimento à polícia, o padre confessou o sexo e também disse que a relação tinha o consentimento das duas partes, por isso, não há crime até o momento, segundo a delegada, já que a garota tem mais de 14 anos e negou ter sido forçada a se encontrar com o padre. G1

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *