O silêncio dos professores contra Fátima Bezerra

Hoje, 15 de outubro, é comemorado o Dia do Professor. Escolas estão sem aulas. Uma curiosidade apenas: nenhuma manifestação de sindicatos contra os salários atrasados. Noutros tempos a coisa era diferente. Não era Fátima Bezerra? Nada de cobranças, aumentos, promoções… nada! Até Fátima está calada. Não tem o que comemorar. Ou melhor, dizer.

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *