Penso, logo existo...

Natal (RN): Álvaro Dias foi o que mais diminuiu patrimônio

Dos 13 candidatos a prefeito em capitais que tentarão reeleição este ano, oito ampliaram seus patrimônios enquanto ocupavam seus mandatos, de acordo com declarações entregues pelas campanhas à Justiça Eleitoral. Nesse grupo, seis prefeitos têm bens acima de R$ 1 milhão. Em números absolutos, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB), foi quem mais registrou alta na comparação com 2016. Seus bens declarados passaram de R$ 11,2 milhões para R$ 20,3 milhões em quatro anos.O prefeito se desfez de terrenos no valor de R$ 329,2 mil, de uma casa de R$ 1,2 milhão e de uma BMW de R$ 170 mil, mas ampliou o patrimônio com fundos, ações e investimentos, que passaram de R$ 3,6 milhões para R$ 15,3 milhões em quatro anos. Entre os candidatos à reeleição, Marcelo Crivella (Republicanos), do Rio, Socorro Neri (PSB), de Rio Branco, e Álvaro Dias (PSDB), de Natal (RN), declararam patrimônio menor do que o de 2016. Dias registrou patrimônio R$ 1,1 milhão menor que o de 2016. Já o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), ficou com patrimônio praticamente estável, hoje de R$ 539,9 mil. VEJA: O GLOBO

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *