Penso, logo existo...

Na Convenção Nacional do Comércio, Rogério diz que país é refém dos sindicatos

rogerio_sindicatos A Convenção Nacional do Comércio Lojista, encerrada neste domingo (04) na Praia do Forte, Bahia, debateu entre outros temas o atual momento político e econômico do país. No painel mediado pela jornalista Cristiana Lôbo, da GloboNews, que reuniu os presidentes das instituições que compõem a União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (UNECS), também participou o deputado federal Rogério Marinho, presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo. Na oportunidade, Rogério defendeu a realização da reforma política e a modernização da legislação trabalhista brasileira. O parlamentar aproveitou ainda para cobrar uma maior participação da classe empresarial do país no sistema político. “O Estado brasileiro hoje é preso das corporações. Todos os dias nos corredores do Congresso há enorme procissão de sindicatos, carreiras de Estado, que estão lá com passagens e diárias pagas para pressionar deputados. Mas eles não representam a totalidade do Brasil”, disse. Segundo o deputado, “não é possível que pessoas que já têm estabilidade no emprego e recebem em média R$ 30 ou R$ 25 mil por mês, tenham sempre aumentos acima da inflação, enquanto temos 14 milhões de desempregados. Agora, eles vão lá, pressionar os deputados para atender aos interesses corporativos, não nacionais”.

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *