09/dez/2019

MP apura doação de terrenos pela Prefeitura de Jucurutu; Ex-prefeito se pronuncia em nota


Por Robson Pires, em

O Ministério Público Eleitoral do Rio Grande do Norte deflagrou nesta segunda-feira (9) a operação Cabresto, que apura a doação de terrenos pela Prefeitura de Jucurutu.

A investigação é do Ministério Público Eleitoral da 27ª zona, em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), orgão do MPRN, e apoio da Polícia Militar.

Os investigados são o ex-prefeito George Queiroz, a ex-secretária de Assistência Social Francisca Fabiana Batista Monteiro, Arinaldo Lopes de Araújo, Maria José Araújo Lopes de Sá, o empresário Roberto dos Santos Silva, conhecido por “Pompom Sat”, e os vereadores Fagner Bezerra de Brito, o “Faguinho”; Rubens Batista de Araújo, conhecido por “Rubinho”; e Willame Lopes de Araújo, o “Negro do Detran”.

“De acordo com linhas de investigação, servidores públicos ocupantes de cargos comissionados, familiares de funcionários públicos e outras pessoas que não precisavam de recebimento de imóvel, teriam sido beneficiados”, diz o release do MP.

No final, o próprio MP enfatiza que vai analisar o conteúdo apreendido nos mandados de busca e apreensão desta segunda-feira (09), que servirá para confirmar, ou não, as suspeitas iniciais, no que se resultará em oferecimento da denúncia ou arquivamento dos autos.

O ex-prefeito George Queiroz emitiu a seguinte nota:

GEORGE QUEIROZ vem a público esclarecer que, mesmo respeitando, lamenta o ocorrido no dia de hoje e adotará todas as providências judiciais necessárias para esclarecer os fatos e a legalidade da doação dos terrenos, com autorização da Câmara Municipal, o que já vem tentando junto a Prefeitura e, desde 11 de setembro de 2019, quando pediu acesso ao procedimento, junto ao Ministério Público, não tendo sido convocado nenhuma vez para se defender.

É inconcebível que uma pessoa, seguindo todos os mandamentos da Constituição Federal, seja alvo de uma operação, mesmo deixando claro que pretendia COLABORAR com a investigação.


2 Comentários

  1. Como pode… Um fala do outro e aparece do mesmo jeito. Mandei para a Câmara dos Vereadores de Jucurutu, será que ELES abrem os e-mails?

    Bom dia a todos. Eu quero dizer aos representantes dos cidadãos jucurutuenses que é lamentável a imagem que foi divulgada na mídia dia 09 do corrente. Igualmente é lamentável que nessa imagem esteja estampada a foto do vereador NEGO que um tempo atrás chamou e está registrado em vídeo, um servidor de “XELELÉU”. Infelizmente essa é a nossa política, um acusa o outro mais que comete o mesmo erro o até mais grave de quem ele o acusa. E por ironia do destino, o vereador acusador também aparece na foto ao lado do ex-prefeito, igual aquele servidor que Ele o chamou de “xeleléu”. Dois erros gravíssimos que vieram a público e que estão nas mídias. Não seria o tempo de o senhor Vereador se retratar em público, se redimir de suas falas, suas conversas e sua imagem perante a sociedade jucurutuense e seus eleitores?
    Muito embora que o discurso eu já sei de có…. Isso é perseguição política, é difamação, a denúncia é improcedente, e… que sou inocente! Confio na justiça e vou provar a minha inocência. Sempre assim. E assim mesmo que caminham e vivem os nossos políticos, LIVRES, LEVES E SOLTOS….

  2. Paulo Frade disse:

    Os escândalos tem propósitos de interesse político.
    Toda região do Seridó,sabe quê existe um complô,para tentar desarticular a estrutura política do deputado Nélter Queiroz.
    Isso é uma grande maldade pra cidade de Jucurutu e o povo quê precisa do serviço público.

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
Domingo, 05 de Julho de 2020


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031