28/mar/2020

Ministério da Saúde diz que cloroquina é remédio de auxílio em casos graves


Por Robson Pires, em

O Ministério da Saúde anunciou nesta semana que vai distribuir mais de três milhões de unidades do medicamento cloroquina e hidroxicloroquina aos estados para uso em pacientes com quadro grave pelo novo coronavírus.

Em nota técnica divulgada nesta sexta-feira, a pasta orienta as unidades médicas dos estados sobre o uso dos medicamentos.

O protocolo informa que os medicamentos serão disponibilizados como terapia “adjuvante no tratamento de formas graves, em pacientes hospitalizados com coronavírus, sem que outras medidas de suporte sejam preteridas em seu favor”.

O tratamento será indicado nas formas graves e críticas da doença. Apenas pacientes hospitalizados “com formas graves da COVID-19 (Dispneia e diminuição da frequência respiratória) e em casos críticos (falência respiratória, choque séptico e/ou disfunção de múltiplos órgãos)” receberão o tratamento.

A pasta ainda alerta para os efeitos colaterais dos medicamentos a longo prazo, como “retinopatia e distúrbios cardiovasculares”.

“Considera-se que o uso de cloroquina ou de hidroxicloroquina pode ser seguro, embora, a janela terapêutica (margem entre a dose terapêutica e dose tóxica) seja estreita. A automedicação é contra-indicada.”

Leia a diretiva do Ministério da Saúde aqui.

O Antagonista


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930