08/fev/2017

Juízes precisam ‘aprender a aprender’, diz Cármen Lúcia


Por Robson Pires, em

thumb

A ministra Cármen Lúcia, que acumula as presidências do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), conclamou os juízes de todo o país que se aprimorem e se mantenham atualizados permanentemente.

Durante a sessão da terça no Conselho Nacional de Justiça, durante julgamento de um processo de recondução de um magistrado ao seu cargo, Cármen disse. “O juiz é tanto mais necessário quanto maior a carência de todos os direitos humanos e de dignidade.”

Cármen recorreu às recomendações da Organização das Nações (ONU). “Essa primeira ordem da ONU para o século XXI – ‘Aprender a aprender’ -, para nós juízes, é uma ordem necessária a cada manhã. Todo dia a gente está defasado com o que estava posto a nós mesmos. Num país como o Brasil, que tem cem modificações na Constituição com menos de trinta anos de vigência, há de se convir que a Constituição e o Diário Oficial continuam sendo leitura obrigatória.”


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Terça, 19 de Fevereiro de 2019


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728