Penso, logo existo...

Idema e Prefeitura de Natal discutem licenciamento do enrocamento de Ponta Negra

O prefeito Álvaro Dias recebeu o diretor-geral do Idema – Instituto de Defesa do Meio Ambiente do RN, Leon Aguiar no Palácio Felipe Camarão. A reunião serviu para que as equipes técnicas da Prefeitura e do órgão ambiental estadual organizassem, em conjunto, um modelo de trabalho que permita a agilização dos procedimentos de licenciamento da continuidade da obra de enrocamento e para a engorda da praia de Ponta Negra, zona Sul de Natal. Os serviços são essenciais para a contenção do processo de erosão marinha na área, que gera prejuízos incalculáveis no principal cartão postal do Rio Grande do Norte. Na reunião, os técnicos do Município receberam do órgão estadual um “check list” com uma série de solicitações a serem cumpridas para a liberação das licenças necessárias para as obras em Ponta Negra. “Ficamos muito felizes em receber o Idema, porque isso demonstra o interesse e a vontade de dinamizar e melhorar ainda mais a relação entre a Prefeitura e o órgão, que é tão importante para que possamos executar as obras de interesse da população de Natal. Esse contato facilita e muita essa relação”, festejou Álvaro Dias. Tomaz Neto, secretário de obras de Natal recebeu o documento e dará prosseguimento, via consultoria, aos pleitos exigidos pelo Idema/RN. As equipes agendaram um novo encontro para o próximo dia 11. Na oportunidade, serão verificados os avanços no processo para obtenção das licenças. A Prefeitura espera iniciar os serviços até o fim do mês de dezembro. “A obra de Ponta Negra é diferente pela magnitude que é o projeto de contenção da erosão. Sabemos que as obras públicas têm pressa e que não podem perder recursos. Por isso, é importante essa rotina de encontros para diminuirmos essas dificuldades”, comentou o geógrafo e diretor geral do Idema. ENTENDA A praia de Ponta Negra sofre com o processo de erosão marinha fruto do avanço do mar. Dentre outras causas macro, como por exemplo o aumento do nível das marés, a região recebeu, ao longo dos anos, uma ocupação desordenada, que prejudicou o fluxo de reposição do sedimento (areia), na beira-mar. A obra de enrocamento, neste caso, protege as construções que já existem no local, evitando que as ondas quebrem diretamente sobre os locais. Já o serviço de engorda agirá para que a faixa de areia seja ampliada em cerca de 30 metros, potencializando o uso público na área e garantindo a preservação da atração turística. Além do prefeito Álvaro Dias e do diretor-geral do Idema, Leon Aguiar, estiveram no encontro desta sexta, o secretário de governo Paulo César Medeiros, o secretário da Semov, Tomaz Neto, o secretário de Turismo Fernando Fernandes e o secretário de meio ambiente e urbanismo – Semurb, Daniel Nicolau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *