20/dez/2010

Henrique pode ser próxima vítima


Por Robson Pires, em

Deu no Holofote, da Veja

Na semana passada, a composição do Ministério de Dilma Russeff deixou sua primeira sequela: o deputado Cândido Vacarezza (SP) perdeu a indicação para a presidência da Câmara porque seu grupo está excessivamente representado no Executivo – e também porque foi metralhado depois de defender a reforma trabalhista.

A próxima vítima pode ser o líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN).

Seus liderados que não foram contemplados na escolha do Ministério ameaçam se rebelar e se armam para apeá-lo do posto.

Embalado pelo controvertido mineiro Newtão Cardoso, o deputado Leonardo Quintão, também mineiro, conseguiu barrar um abaixo-assinado que Alves tinha preparado para evitar que seu cargo fosse posto em disputa.


1 Comentário

  1. O JUSTO disse:

    Quem se envolve com o PT é pra se fuder… É pouco…

    Quero ver derrota maior dele… só pra aprender a fazer uma oposição aos comunas

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Quarta, 23 de Janeiro de 2019


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

janeiro 2019
D S T Q Q S S
« dez    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031