29/set/2019

Governadora visita Hospital Tarcísio Maia e discute abertura de nova UT


Por Robson Pires, em

A governadora Fátima Bezerra realizou uma visita técnica ao Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia, durante a agenda da instalação do Governo do Estado em Mossoró. A chefe do Executivo pôde constatar o 30° dia sem pacientes nos corredores do maior hospital da capital do Oeste Potiguar e discutir as medidas para abrir os 20 leitos da unidade de terapia intensiva (UTI) que estão fechados por falhas no projeto.

A diretora administrativa Herbenia Ferreira relatou durante a reunião as mudanças promovidas no hospital que proporcionaram a melhoria no atendimento para a população do Oeste Potiguar e a retirada das macas dos corredores.

“Constatamos que o hospital faz mensalmente mais de 5,6 mil atendimentos de urgência e emergência, que é realmente o perfil da unidade, e 11 mil de atendimentos que seriam para unidades básicas. Por isso montamos a central de regulação de pacientes, proporcionando um novo fluxo no atendimento, e ampliamos a parceria com o Hospital Rafael Fernandes para receber pacientes estáveis”, afirmou Herbênia.

A governadora elogiou o trabalho da equipe e ressaltou a dedicação dos servidores nesta nova etapa da gestão do Tarcísio Maia. “O trabalho dedicado que está sendo feito pelos servidores é o que a população merece, com um atendimento humanizado, de qualidade e alta eficiência. Todos sabemos que não é fácil, mas com espírito público é possível”, conclui Fátima Bezerra.

Os vereadores Alex do Frango e Genilson Alves acompanharam a visita para colher informações sobre o Tarcísio Maia e levar à população de Mossoró. “Nós ja sentimos o avanço do Tarcísio Maia no dia a dia junto à população e estamos aqui vendo o trabalho da gestão de perto. Ficamos muito felizes de ver a governadora comprometida com Mossoró”, declarou Genilson.

Ainda durante a visita, a governadora reafirmou o compromisso da gestão em inaugurar os 20 leitos de UTI que estão fechados no Hospital Tarcísio Maia. A obra encontra-se com uma série de entraves por erros em especificações técnicas no prédio, situação que perdura por anos e está sendo discutida na Justiça. A abertura dos leitos é essencial para a saúde pública da região, pois ajudará a diminuir o déficit de UTIs e melhorar a prestação de serviços. “Para tratar com dinheiro público é preciso ter muito cuidado, porque acima de tudo isso tem a ver com a vida do povo. Pude constatar essa situação aqui na UTI fechada no Tarcísio Maia. Vou acompanhar essa situação de perto e determinar que seja resolvida o mais rápido possível, para benefício da população”, apontou Fátima.

O secretário estadual de Saúde Pública, Cipriano Maia, já visitou a obra durante esta semana e acionou a Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN) para montar um diagnóstico da situação, pois os equipamentos da UTI seguem encaixotados e a população sem atendimento.

A reunião contou ainda com a participação da deputada estadual Isolda Dantas, parte da equipe gestora do Hospital Tarcísio Maia – diretor médico Liginey Oliveira e diretora técnica Lana Lacerda -, e a gerente da Segunda Unidade Regional de Saúde Pública (Ursap), Emiliana Cavalcanti.


1 Comentário

  1. Pedro disse:

    O que o desejo do voto não tem o poder de fazer? Em um caos sem precedentes na história da saúde no estado, um total desprezo pelos profissionais da área, um profundo esquecimento em outras regiões de saúde, fechamento de leitos, descaso com o gestor da pasta, enfim, essa governadora e uma mala de incoerência, incompetência e falência do estado. As filas por vagas, cirurgias, exames, medicamentos, desabastecimento das unidades só reforçam a sua incompetência.

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
Quinta, 12 de Dezembro de 2019


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031