28/mar/2020

Funcionários do Hospital do Seridó, de Caicó (RN), precisam da sua ajuda!


Por Robson Pires, em

Os funcionários do Hospital do Seridó, de Caicó (RN), em movimento encabeçado pelos técnicos de enfermagem Iris de Assis Nogueira e Marinho Xavier da Silva, estão realizando mobilização para constituir associação sem fins lucrativos voltada para a defesa dos seus direitos e que lutará pela organização do próprio Hospital do Seridó.

A Associação dos Prestadores de Serviços do Seridó em Saúde (APRESSE Saúde) terá como pautas iniciais:

1ª) A manutenção dos postos de trabalho dos funcionários do Hospital do Seridó, cujos contratos se encerrarão no próximo dia 31.03.2020;

2ª) A luta pela organização do formato jurídico do Hospital do Seridó, o que não foi definido desde que a sua administração deixou de ser realizada pela extinta Fundação Dr. Carlindo de Souza Dantas;

3ª) A luta por condições dignas de trabalho, já que nem sequer o FGTS dos funcionários vem sendo depositado pelo Município de Caicó; e

4ª) A garantida de que o Hospital do Seridó possa realizar cirurgias eletivas, sem que seja necessário submeter o povo mais simples do Seridó à humilhação de ter que se deslocar até a Capital do Estado para ter acesso a serviços médico-hospitalares de média complexidade.

Além disso, a associação funcionará como entidade terceirizadora de mão-de-obra na área da saúde, o que é raro na região do Seridó na atualidade.

“Precisamos arrecadar fundos para custear a constituição da associação e executar as suas metas iniciais. Os funcionários do Hospital do Seridó são pessoas muito humildes e que, na sua grande maioria, não dispõe do valor de R$ 200,00 (duzentos reais) que foi a taxa inicial estabelecida para cada funcionário pagar para custear a formalização da associação e arcar com as despesas das primeiras ações a serem realizadas. Nossa meta é filiar 70 (setenta) pessoas inicialmente, o que equivaleria a R$ 14.000,00 (quatorze mil reais) de despesas a serem realizadas. PRECISAMOS DE AJUDA E TODA DOAÇÃO SERÁ BEM VINDA”, disse Iris.

“Não podemos deixar o Hospital do Seridó morrer. Tivemos várias iniciativas de organização da nossa situação jurídica no ano passado por parte do Município de Caicó, chegando até a haver mobilização na Câmara de Vereadores, mas que, por alguma razão, não foram levadas adiante pelo poder público municipal. Não podemos ficar calados, apenas recebendo ordens do Ministério Público de forma aleatória. A proibição das cirurgias eletivas foi um grande erro. A demissão dos funcionários, que está prestes a ocorrer, será outro. Quem já passou por aqui sabe a importância que este hospital tem para a nossa região e para todos nós”, disse Marinho.

Quem quiser fazer doações, basta entrar em contato com Iris (84 99812-8637) ou Marinho (84 99969-5218), ou fazer depósito de qualquer valor com os seguintes dados bancários: Bradesco, agência 1038, conta corrente 2853-3, em favor de Iris de Assis Nogueira (CPF nº 011.675.174-66).


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

setembro 2020
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930