18/out/2019

Frente Parlamentar da Agropecuária propõe agenda permanente com setores produtivos do RN


Por Robson Pires, em

Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) se reuniu nesta sexta-feira (18) com os principais representantes do setor produtivo do Rio Grande do Norte, no estande do Ministério da Agricultura instalado na Festa do Boi.

Pela primeira vez um estado no nordeste sediou a reunião da FPA. O objetivo do encontro foi ouvir as principais demandas dos setores e elaborar uma agenda que possa ser executada ao longo de 2020. “Melhor do que ouvir é agir. E é nessa perspectiva que vamos trabalhar juntamente com os produtores e criadores. Queremos levar as pautas para o Congresso e Governo Federal e voltar aqui ano que vem com os resultados”, declarou Alceu Moreira presidente da FPA.

O deputado Federal Beto Rosado (PP), membro da FPA e anfitrião aproveitou o momento para expor uma luta antiga da fruticultura irrigada. “Há mais de 10 anos ouço falar da necessidade de exportarmos o nosso melão para a China. E hoje é uma realidade que está próxima de se tornar realidade. Isso porque a FPA, Coex e a ministra Thereza Cristina estão empenhados para isso acontecer”.

Beto Rosado completou expondo a preocupação em abrir o mercado brasileiro para a entrada do camarão do Equador. “Não podemos deixar o camarão equatoriano entrar no Brasil sem proteger os nossos criadores. No passado, essa abertura quase dizimou nossa produção”, declarou.

O presidente da Associação Norte-Riograndense de Criadores (ANORC), Marcelo Passos, reafirmou a satisfação de receber uma reunião da Frente Parlamentar, que preenche um hiato na relação do parlamento com o produtor rural.

 

“Entrando na programação da Festa do Boi, estando aqui, podemos pedir por resultados. Precisamos do apoio da bancada federal, do governo estadual para desenvolver”, declarou Marcelo Passos, que completou, “o Rio Grande do Norte é um estado rico, mas o povo é pobre de crédito”.

Participaram da reunião o senador Jean-Paul Prates; os deputados federais Benes Leocádio, Eliéser Girão, Rafael Motta, Roberto Pessoa (CE); Roberto Papa, superintendente do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa); Benjamin Maranhão, diretor da Anater; Luiz Roberto Barcelos, presidente da Coex e Abrafrutas; Zeca Melo, superintendente do Sebrae RN; José Álvares Vieira (Faern/Senar), Guilherme Saldanha, secretário estadual de agricultura; além das entidades: ANCC e ABCC, Emparn, CNA, Sindpesca.

 

Apresentações

 

Durante a reunião da FPA cada setor teve a oportunidade de apresentar a sua pauta por 10 minutos. Cristiano Maia da ABCC – Associação Brasileira de Criadores de Camarão expôs a importância da produção local para o Brasil e alertou sobre a entrada do camarão equatoriano no país.

 

A Superintendência Federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) no RN apresentou o plano Agronordeste. Enquanto a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária explanou sobre o fortalecimento do sistema produtivo da região nordeste.


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
Quinta, 12 de Dezembro de 2019


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031