19/nov/2016

Ex-titular da Cultura acusa ministro de pressioná-lo para liberar obra na Bahia


Por Robson Pires, em

caleroApós pedir demissão do governo Michel Temer nesta sexta-feira, o ex-ministro da Cultura, Marcelo Calero, acusou o ministro de Governo, Geddel Vieira Lima, de tê-lo pressionado a produzir um parecer técnico para liberar uma obra que favorecia seus interesses pessoais. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo Calero, Geddel teria o procurado pelo menos cinco vezes para que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão ligado ao Ministério da Cultura, aprovasse um projeto imobiliário nos arredores de uma área tombada em Salvador, base de Geddel. Conforme Calero, Geddel teria afirmado possuir um apartamento no empreendimento que dependia da autorização para sair do papel.

“Ele pedia minha interferência para que isso acontecesse, não só por conta da segurança jurídica, mas também porque ele tem um apartamento naquele empreendimento. Ele disse: E aí, como é que eu fico nesta história?”, disse Calero à Folha.


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
Quarta, 16 de Outubro de 2019


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031