29/jul/2008

Empresário e radialista não votaram nas eleições do desarmamento e dançaram


Por Robson Pires, em

Em Equador o candidato à vice-prefeito, Ranieri Adário, do PMN, teve o registro de sua candidatura indeferido pela Juíza Josane Noronha, da 24ª zona eleitoral.

Motivo?

Ele deixou de votar nas eleições passadas. Aquela do desarmamento e que era obrigatória.

Ele pagou até uma multa, mas a justiça entendeu que ele cometeu irregularidade.

A mesma coisa aconteceu em Caicó com o Radialista Gilmar Cardoso, da Rádio Seridó, que é candidato a vereador.

Igualmente ao candidato a vice-prefeito de Equador ele deixou de votar nas eleições do desarmamento.

Mas…

Podem recorrer ainda…

De qualquer maneira deram um tiro contra eles. Não se desarmaram.

Ói!


2 Comentários

  1. o bebê não respira disse:

    é esse povo que quer me presentar?

    ora vamos…..

    nao foram votar por que? iam cobrar pelo voto?

    vergonha, meu Deus!!!!!

  2. luis disse:

    Isso é inacreditável, um comunicador que tanto preza pelo bem, cometer uma garfe dessa, que belo exemplo hein! ainda bem que sua candidatura foi rejeitada em tempo.

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Segunda, 22 de Outubro de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

outubro 2018
D S T Q Q S S
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031