Penso, logo existo...

“Direito de espernear”

A deputada federal Natália “Barulhenta” Bonavides e a coordenadora do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Ana Flávia Lira, entraram com uma Ação Popular na Justiça Federal do Rio Grande do Norte para anular a nomeação a nomeação de Ludimilla Oliveira para o cargo de reitora da Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA). Ludmilla foi nomeada pelo presidente Jair Bolsonaro. As duas têm tem o direito de “espernear”. Nada além.

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Comentários (2)

  • Assim como ludilima tem direito de espernear, mas o MPF desceu a lenha nela. Esperando a justiça federal se pronunciar. Reitora caluniadora.

  • Roberta Rebouças

    Até agora a reitora não se pronunciou sobre as páginas e páginas planeadas do seu doutorado. Situação igual ao reitor interino do IFRN. Como essas duas pessoas podem ser líderes de comunidades acadêmicas dando esse exemplo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *