05/maio/2016

Cunha diz que vai recorrer de afastamento determinado por ministro do STF


Por Robson Pires, em

cunhaI

O deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que teve o mandato suspenso na manhã de hoje (5) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, está reunido com seus advogados e com deputados na residência oficial da presidência da Câmara e disse que vai apresentar recurso da decisão. Cunha está com o deputado Paulinho da Força (SD-SP) e Benjamin Maranhão (SD-PB).

De acordo com sua assessoria, Cunha permanecerá na residência oficial até o julgamento de outra ação no STF, marcado para a tarde de hoje, quando os ministros julgam ação aberta pelo partido Rede, que também pediu à Corte o afastamento de Cunha da presidência da Câmara com base no argumento de que ele não poderia estar na linha de sucessão presidencial, uma vez que é réu na Justiça.

Cunha foi notificado por volta das 7:30 da manhã da decisão do ministro Teori Zavascki, que deferiu uma liminar determinando a suspensão do mandato de Cunha em atendimento a um outro pedido de afastamento do parlamentar, que havia sido feito em dezembro pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.


2 Comentários

  1. José silva disse:

    Até que enfim esse crápula foi afastado…..

  2. fenandor disse:

    É Temer limpando o caminho para aboletar sua gangue.Cunha agora é bagaço da laranja, já não serve mais. Tá faltando Calheiro.
    NA POLITICA DO BRASIL HONESTIDADE E LEALDADE NÃO EXISTE.

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
Sábado, 23 de Fevereiro de 2019


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728