Penso, logo existo...

Capes e CNPq dependem de emendas parlamentares para recompor verbas em 2020

A área de ciência e tecnologia no Brasil dependerá de emendas parlamentares no valor de, pelo menos, R$ 900 milhões para ter recursos suficientes em 2020. Essa situação foi debatida nesta quinta-feira (31) na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, com a presença de representantes do governo e especialistas. A proposta orçamentária enviada pelo Poder Executivo destina no próximo ano cerca de R$ 2,5 bilhões à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), responsável pela concessão de bolsas para pesquisas e formação de professores. É um corte de 40% em relação ao Orçamento aprovado em 2019. O presidente da Capes, Anderson Correia, disse que o governo Bolsonaro deverá fazer uma recomposição de R$ 600 milhões nas verbas, e duas emendas apresentadas pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados destinarão outros R$ 600 milhões à instituição. Se essas medidas se efetivarem, a Capes terá praticamente a mesma verba a ser empenhada neste ano (R$ 3,7 bilhões).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *