29/maio/2014

Caos nos hospitais privados de Natal


Por Robson Pires, em

gravida atendimentoNão é mais exclusividade da saúde pública o caos dentro dos hospitais, principalmente na área ginecológica e obstétrica. Apenas dois hospitais particulares recebem grávidas em Natal, sendo que um deles, o PAPI, estava sem atendimento nestes últimos dias. Já no hospital da PROMATER, durante essa semana, foram observadas cenas de pacientes esperando filas insuportáveis, falta de estrutura, discussão entre funcionários e doentes, aglomeração, etc.

Para se ter uma noção, só existem três leitos no repouso na urgência da PROMATER, apenas um médico e uma enfermeira no plantão ginecológico e obstétrico, conforme relatou ao blogue uma paciente que precisou de atendimento de urgência na rede privada. Some-se a isso a sobrecarga de demanda em razão do não funcionamento do Hospital PAPI.

Com poucos leitos para repouso deitado, grávidas que estavam sendo atendidas na urgência da PROMATER tinham que ficar sentadas em cadeiras desconfortáveis. Nem lugar para pendurar soro existia! A fotografia mostra uma grávida na urgência do hospital tomando soro pendurado improvisadamente num suporte de televisão.


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!


Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00

Terça, 13 de Novembro de 2018


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!



No Twitter



Calendário

novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930