01/ago/2019

Apurações suspensas da Receita eram baseadas em dados da CGU e do TCU


Por Robson Pires, em

As apurações da Receita suspensas por Alexandre de Moraes, que blinda 133 pessoas, tinham origem em relatórios da Controladoria Geral da União que apontavam “indícios de irregularidades tributárias e participação de agentes públicos em esquema escusos”.

Outra fonte para as apurações foram dados apresentados em 2016 pelo Tribunal de Contas da União que apontava “indícios de incompatibilidade entre a variação patrimonial e as receitas informadas por agentes públicos em declaração anual de bens e rendas”.

A própria Receita, em fiscalização, constatou “casos concretos onde houve participação de
agentes públicos em fraudes fiscais e outros crimes”.


Nenhum Comentário Até o Momento, Seja o Primeiro a Comentar!

Deixe o seu comentário!

Twitter Facebook Instagram E-mail

  • 00
  • :
  • 00
  • :
  • 00
Domingo, 09 de Agosto de 2020


Buscar no Blog



Fan Page. Curta!





Calendário

agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031