Abertura da Paralimpíada vai abordar condição humana e inclusão

paraA cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro abordará a condição humana, informaram os diretores criativos da festa em uma entrevista à imprensa. O espetáculo terá como lema a frase “O coração não conhece limites” e também a frase em inglês “Everybody has a heart”, que funciona com um duplo sentido que pode ser traduzido para “Todo mundo tem um coração/ todo corpo tem um coração”. A cerimônia está marcada para às 18h15 da próxima quarta-feira (7), no estádio do Maracanã. O escritor Marcelo Rubens Paiva, um dos três diretores criativos do evento, disse que a abertura da Olimpíada tinha a obrigação de contar a história do País e utilizar ícones nacionais. “Nós, não. Estamos ligados na humanidade, no ser humano, na condição humana, no sentido, na dificuldade, na solidariedade, no amor, no coração. É muito mais gostoso de criar”, afirmou ele, que é cadeirante.

Robson Pires

Brasileiro Radialista e Jornalista!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *