No Ceará, 30 advogados e cinco magistrados são investigações pela venda de habeas corpus

Cerca de 30 advogados, cinco magistrados e dez servidores do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) estão sendo investigados pela Polícia Federal (PF), por envolvimento em um suposto ‘esquema’ de venda de alvarás de soltura, ocorrido na 2ª Instância do Judiciário Estadual, conforme o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB­CE), Valdetário Monteiro.

Três dias depois de dizer que iria interpelar judicialmente o desembargador Luiz Gerardo Pontes Brígido para que ele apresentasse provas objetivas, uma operação que conduziu coercitivamente vários advogados foi deflagrada pela Polícia Federal (PF).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

outubro 2021
DSTQQSS
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31 
Categorias