Não adianta Fátima fazer toque de recolher e suspender comércio, sem dar auxílio aos prejudicados

Como medidas para conter o avanço da Covid-19, cuja disseminação está mais veloz, o Governo Fátima Bezerra instituiu toque de recolher, das 22h às 5h, que está em vigor desde o dia 27, assim como suspendeu as aulas presenciais, proibiu a realização de eventos em espaços públicos e privados e limitou o horário de funcionamento de bares e restaurantes.

A governadora Fátima deveria fazer como o Acre (AC), que criou um auxílio de R$ 420 mensais, chamado de Auxílio Temporário de Emergência em Saúde, para servidores da saúde e da segurança pública. Roraima e Rondônia criaram auxílios de R$ 200 mensais. O Cesta da Família atendeu 10 mil pessoas em Roraima, entre dezembro e março deste ano.O Amapá (AP) criou um auxílio, de R$ 120 mensais, chamado Cartão Renda Cidadã Emergencial. No Pará (PA), o auxílio de R$ 100, cota única, foi criado dentro do Programa Renda Pará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias