Muy amigo


Em Parelhas (RN), há um consenso crescente de que o comportamento do líder do Governo, deputado Francisco do PT, tem sido puramente oportunista, visando apenas agradar a quem está no poder no momento. Recentemente, um processo antigo contra o ex-prefeito Antônio Petronilo (MDB) o deixou mais uma vez inelegível, até o ano de 2030.

Em meados de 2005, quando Francisco era vereador de Parelhas, ele protocolou junto ao Ministério Público uma denúncia sobre uma suposta “farra de combustível”, apresentando um relatório detalhado com o gasto mensal de cada secretaria da Prefeitura, além de juntar notas fiscais e registros de quilometragem dos veículos da gestão de Antônio Petronilo. No entanto, anos depois, Petronilo acabou apoiando Francisco, elegendo-o prefeito de Parelhas em 2008 e contribuindo para sua reeleição em 2012, apesar das campanhas acirradas e da margem estreita de vitória.

Hoje, como líder do Governo Fátima Bezerra e amigo do presidente Lula, Francisco do PT parece não ter feito nada para “ajudar” o antigo aliado Petronilo diante de sua situação jurídica delicada. Diante da denúncia feita pelo próprio deputado, Antônio Petronilo foi condenado por improbidade administrativa, sendo obrigado a devolver cerca de R$ 500 mil aos cofres públicos e tendo seus direitos políticos suspensos até 2030, o que o impede de votar, ser votado e até mesmo de participar de eventos políticos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias