MP quer doação de terreno à Arquidiocese de Natal seja anulada

O Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendou que a doação de um terreno à Arquidiocese de Natal seja anulada. O terreno, que mede 1.045,015 m², foi doado pela Prefeitura de Extremoz, cidade da Grande Natal, à paróquia de São Miguel Arcanjo para construção da casa paroquial.

A recomendação é assinada pela promotora de Justiça Emília Matilde Araújo de Vasconcelos Leite Zumba, de Extremoz, e foi publicada na edição desta quinta-feira (11) do Diário Oficial do Estado (DOE). Segundo a promotora, “apesar da autorização legislativa, não há registro de que a doação foi precedida de avaliação do imóvel”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Categorias

Fábio Faria desconsolado

Até mais do que o pai, quem mais acreditava nas chances de vitória do governador Robinson Faria (PSD) era o filho, deputado Fábio Faria (PSD),

Leia Mais