MP move Ação Civil contra prefeito de Pau dos Ferros por improbidade

fabricio fm

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP) ajuizou Ação Civil de improbidade administrativa em desfavor do atual prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, da ex-secretária Municipal de Saúde e de um profissional da odontologia (e sua clínica). A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca reuniu provas de que em 2013 foram realizados quatro procedimentos de dispensa de licitação destinados a “contratação de Empresa para prestação de serviços odontológicos aos munícipes de Pau dos Ferros/RN”.

A investigação realizada pela promotoria ocorreu no âmbito do Inquérito Civil 06.2015.00006556-3 e os documentos constantes dos autos comprovam que os orçamentos e os prazos dos contratos foram direcionados justamente para que o valor das contratações ficassem abaixo do limite legal, permitindo assim a dispensa indevida de licitação.

Além disso, não foram encontrados quaisquer documentos que comprovassem a realização dos serviços odontológicos durante busca e apreensão realizada na Secretaria de Saúde. Logo, houve dano ao erário do município uma vez que houve a contratação e o pagamento por um serviço que não foi prestado à população.

3 respostas

  1. aos poucos cai por terra o discurso de “maos limpas”. O MPF tambem ja ajuizou processo contra o prefeito por improbidade. vamos ver onde vai dar.

  2. Xerife, se tem uma coisa que esse Fabrício não sabe fazer, é administrar, Pau dos Ferros está um caos, é buraco pra todo lado,ele está sendo taxado de o pior administrador de todos os tempos!

  3. É engraçado ver esse tipo de atitude da justiça pois em baraúna até hoje fazem muito pior do que isso e a justiça não fez e nem faz nada

Deixe um comentário para Francisco Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias

Uma ameaça aos tiriricas

A polêmica quanto à elegibilidade de Tiririca teria tomado um rumo diferente se um projeto de lei de autoria de Manoel Júnior já tivesse sido

Leia Mais