Motivos para acreditar que o Brasil vai ganhar da Alemanha

torcida brasil copa

Um busca o hexa, em casa, naquela que já ganhou o apelido de “Copa das Copas”; o outro corre atrás do tetra e, conquistando ou não o título, já ganhou o troféu de time mais carismático do Mundial. Brasil e Alemanha, duas das seleções mais tradicionais e poderosas da história da bola, duelam às 17h, no Mineirão, por uma vaga na sonhada final.

Veja abaixo os motivos para o Brasil vencer a Alemanha:

1) RETROSPECTO
Entre as grandes seleções do planeta, ninguém é tão freguês do Brasil como a Alemanha. Foram 21 confrontos reconhecidos pela Fifa, com 12 vitórias brasileiras, cinco empates e só quatro derrotas. E no único jogo por Copas, vitória brasileira, na final de 2002.

2) FELIPÃO É PÉ QUENTE, LOW, PÉ FRIO
O treinador brasileiro pode não ser um especialista em montar times de estilo vistoso, mas nas únicas duas competições organizadas pela Fifa que disputou no comando do time nacional, Mundial de 2002 e Copa das Confederações de 2013, foi campeão. Joachim Low jogou duas Eurocopas e um Mundial, e nada de título – nas campanhas continentais, foi vice em 2008 e caiu na semi em 2012; na África do Sul, ficou em terceiro.

3) IMBATÍVEL EM CASA
O Brasil não perde um jogo oficial em casa desde 1975, quando foi batido pelo Peru em jogo da Copa América. São quase 40 anos de invencibilidade. Contando também amistosos, são só vitórias e empates jogando como mandante desde 2002.

4) TABU EUROPEU
Foram quatro Copas disputadas na América do Sul até hoje. E todos os campeões foram seleções da região. Dos oito finalistas, só dois foram da Europa: Tchecoslováquia, no Chile, em 1962, e Holanda, na Argentina, em 1978.

5) REI DAS SEMIFINAIS
Até hoje, na história das Copas, o Brasil disputou sete semifinais puras (em 1974 e 1978 a segunda fase era disputada em fase de grupos). Foram seis vitórias e apenas uma derrota, na primeira vez que o país chegou nesse estágio do torneio, em 1938, na França. A Alemanha soma 12 semifinais – cinco a mais que Brasil e França -, mas o aproveitamento é inferior ao time brasileiro, já que são as mesmas sete aparições em decisões de Mundial.

6) CONTRA GRANDES, FRED ACORDA
Será o primeiro jogo da seleção brasileira nesta Copa contra um campeão mundial. Tipo de jogo que Fred adora. Desde que Felipão assumiu, foram sete jogos contra times que já ganharam a Copa, e neles o atacante do Fluminense marcou oito gols.

7) MENOS PRESSÃO
A suspensão de Thiago Silva e a contusão de Neymar deixaram o time muito mais enfraquecido, mas deixou o time quase com status de zebra diante dos alemães, um alívio para quem vinha sentindo a pressão de ser favorito ao título.

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Categorias