Mossoró: MP recomenda pagamento de insalubridade a ASGs

O Ministério Público Estadual através do 7° Promotor de Justiça da Comarca de Mossoró, Fábio Weimar Thé, recomendou a prefeita do município de Mossoró, o pagamento do adicional de insalubridade aos servidores que ocupam o cargo de Auxiliar de Serviços Gerais na Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Joaquim Saldanha.

De acordo com laudo técnico de condições ambientais, de meados do ano passado, os servidores da referida UBS estão expostos ao risco biológico, fazendo jus ao adicional de insalubridade. Na mesma recomendação o MP solicitou o não pagamento de adicional de insalubridade ao diretor da UBS Dr. Joaquim Saldanha, já que o laudo técnico que garante esse pagamento ao diretor, data de 2007, que além de antigo, não é específico à unidade.

A Prefeitura tem o prazo de 15 dias para informar a Promotoria de Justiça responsável pelo caso, as providências adotadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Categorias

Tem pai…

… a chegada de um campus do IFRN na cidade de Jucurutu. O senador José Agripino Maia. o crédito na conta de qualquer outro não passa de fantasia.

Leia Mais

Fala, Lula

Lula vem falando diariamente desde que foi preso, por meio de mensagens repassadas por seus comparsas. Ele não tem nada a dizer. Exceto confessar seus

Leia Mais