Mossoró: MP quer Cláudia Regina julgada antes do dia 18

Tempo tem de sobra até a diplomação, resta saber se a decisão será favorável ou não. É assim que o Ministério Público Eleitoral (MPE) em Mossoró está encarando as representações que ingressou na Justiça Eleitoral contra a vereadora Cláudia Regina, do DEM, que conseguiu ser eleita prefeita de Mossoró. A expectativa é que, pelo menos, uma decisão liminar seja proferida até o dia 18 de dezembro, que é a data que o juiz eleitoral, Pedro Cordeiro, decidiu marcar para a diplomação dos eleitos.

“Tempo para julgar tem de sobra, né? E esperamos que isso ocorra, pelo menos, uma decisão liminar seja proferida”, afirmou Karine Crispim, uma das promotoras de Mossoró que assinaram as representações contra Cláudia Regina por ações vedadas durante a campanha eleitoral – compra de votos e abuso de poder político – que podem impedir que a prefeita eleita seja empossada no dia 1º de janeiro.

Karine Crispim e Ana Ximenes deram entrada nas representações no dia 7 de novembro e, de lá para cá, o juiz eleitoral, Pedro Cordeiro, está dando tempo para a defesa de Cláudia Regina e dos demais representados, entre eles, a governadora Rosalba Ciarlini e o secretário-chefe do Gabinete Civil de Mossoró, Gustavo Rosado, se manifestar. “Já fizemos tudo que podíamos fazer. As provas são fortes e esperamos o julgamento”, explica Crispim.

Do Jornal de Hoje

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias