Ministro admite que se Dilma cair, STF pode tirar Cunha da linha sucessória

dilmacunha

O ministro Gilmar Mendes, do STF, admitiu ontem que, caso a presidente Dilma Rousseff sofra o impeachment, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), poderá ser retirado da linha sucessória da Presidência da República, já que o parlamentar é réu na Lava Jato, o que o impede de assumir o cargo máximo do Poder Executivo. A Constituição fala que o presidente da República ficará suspenso de suas funções quando o Senado receber denúncia sobre crimes de responsabilidade ou quando o STF receber denúncia sobre infrações penais comuns.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

setembro 2021
DSTQQSS
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930 
Categorias