Material genético ajudou PF a identificar autor de furto na UFRN

UFRN_vandalo

Chegou ao fim, com a identificação de um artesão de 39 anos, o inquérito da PF que apurava atos de vandalismo e furto de objetos da UFRN. O crime ocorreu no Departamento de Assistência ao Servidor (DAS), no final de 2013, sendo o fato, na época, bastante comentado na mídia.

O acusado teve acesso ao local através do suporte do ar condicionado e se utilizou das chaves do claviculário para adentrar nas salas. O homem também usou uma alavanca para arrombar armários de onde subtraiu celulares e notebooks, dentre outros objetos.

Ainda durante a prática do furto, o suspeito urinou, defecou e com uma camisa espalhou fezes nas paredes do prédio. Com as investigações, a PF chegou até ao autor do delito graças ao exame genético confrontado com os vestígios obtidos no local do crime.

Ao ser localizado, o envolvido já estava preso na Penitenciária Estadual de Parnamirim/RN, onde cumpre quatro condenações por furto. Quando do interrogatório, o suspeito assumiu a autoria do arrombamento e disse que trocou os objetos furtados da UFRN por pedras de crack.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

maio 2022
DSTQQSS
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031 
Categorias