Mais pessoas presas na Lava-Jato

A Polícia Federal deflagrou a Operação Blackout, 38ª fase da Operação Lava Jato, nesta quinta-feira (23). Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva no Rio de Janeiro.

O principal alvo da ação é a atuação de operadores financeiros identificados como facilitadores na movimentação de recursos indevidos que eram pagos a integrantes das diretorias da Petrobras.

A ação policial tem como alvo principal a atuação de operadores financeiros identificados como facilitadores na movimentação de recursos indevidos pagos a integrantes das diretorias da Petrobras.

Os crimes que estão sendo investigados são: corrupção, fraude em licitações, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e outros.

O nome Blackout foi dado em alusão ao sobrenome de dois dos operadores financeiros do esquema criminoso existente no âmbito da empresa Petrobras.

A simbologia do nome tem por objetivo demonstrar a interrupção definitiva da atuação destes investigados como representantes deste poderoso esquema de corrupção.

Os presos serão levados para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba quando autorizados pelo juízo competente.

R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

março 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Serivores procuram a Justiça

Sindicatos que representam funcionários públicos federais vão entrar na Justiça contra a medida provisória editada nesta semana que adia o reajuste salarial e eleva a

Leia Mais