Lula admite que terá oposição como nunca teve no Brasil e pode ter dificuldade de governar

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou de forma remota, nesta quinta-feira (8), de reunião do diretório do Partido dos Trabalhadores, em Brasília, e pediu união da legenda para enfrentar o atual governo durante o mandato.

Conforme participantes do encontro, para manter a governabilidade, o presidente eleito sinalizou que será preciso enfrentar oposição dentro da máquina pública, inclusive com demissões de indicados do governo de Jair Bolsonaro (PL), como militares que estão ocupndo cargos na esplanada.

De acordo com essas fontes, Lula ressaltou que a vitória nas urnas foi apertada, demonstrou preocupação em relação ao próximo ano e consciência sobre o cenário mais complexo que deve enfrentar em seu terceiro mandato, com questões estruturais e orçamentárias a serem resolvidas.

CNN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

Categorias