Líder do PT na Câmara quer CPI para investigar esquema montado por Carlinhos Cachoeira

O líder do PT na Câmara, deputado Jilmar Tatto (SP), defendeu hoje (9) a criação de uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) no Congresso Nacional para investigar o esquema de corrupção montado pelo empresário de jogos ilegais, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, preso pela Polícia Federal na Operação Monte Carlo.

Segundo o líder petista, a coleta de assinaturas deve começar pelo Senado para depois buscar a coleta dos 171 nomes ente os deputados. Na Câmara há requerimento assinado por 181 deputados para a criação de CPI para investigar, entre outros pontos, as relações de Carlinhos Cachoeira com parlamentares e a existência de crimes relacionados a jogos de azar.

“A melhor maneira de resolver o problema é colocar a limpo essa organização criminosa que tomou conta de vários estados. A CPMI pode quebrar sigilos, requerer documentos. Aparentemente, as denúncias foram em Goiás, mas a quadrilha tem ramificações em quase todos os estados. Isso é muito grave”, disse Tatto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes

agosto 2022
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias