Kelps Lima: “Sou sim, pré-candidato a deputado federal na eleição de 2022”

“Eu sou sim, pré-candidato a deputado federal para às eleições do ano que vem e essa foi uma decisão do nosso grupo dentro do Solidariedade”. Foi com essa declaração que Kelps Lima (Solidariedade), deputado estadual e presidente da CPI da Covid-19 na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, admitiu que vai disputar às eleições do próximo ano.

Segundo o deputado estadual: “O Solidariedade montou uma chapa muito forte, com grandes candidatos em todas as principais cidades do Estado e a gente quer disputar duas vagas para a Câmara Federal. A gente vai anunciar a chapa completa daqui a uns 15 dias, porque como algumas pessoas estão migrando de partido, seria injusto eu dizer o nome de uns e outros não”, concluiu.

Em entrevista ao Jornal Agora RN, nesta segunda-feira (25), Kelps Lima afirmou que o partido Solidariedade já está fechando as discussões em torna das candidaturas majoritárias: “Há uma defesa interna de que pelo menos candidato a governador a gente lance um nome próprio, mas agora no final de outubro e início de novembro nós queremos fazer uma reunião, para tomarmos essas decisões”. E continuou: “Temos muitos nomes, Breno Queiroga, o ex-vice-governador Fábio Dantas, só para citar dois que seriam grandes nomes com envergadura para disputar o governo do Estado do Rio Grande do Norte”, concluiu.

Questionado se a sua pré-candidatura não iria interferir nos trabalhos que vem desempenhando na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, instalada na Assembleia Legislativa do Estado, que investiga 12 processos firmados entre o governo do RN e empresas durante o enfrentamento à pandemia do novo Coronavíris, a qual Kelps Lima é o presidente, o deputado explicou: “Eu estou esperando o lançamento da pré-candidatura somente após a conclusão dos trabalhos da CPI, porque nós não queremos que haja confusão entre a nossa atuação político-eleitoral e CPI da Covid. Porque todo o nosso foco hoje está em buscar recuperar os recursos e os culpados por desvios de dinheiros público no Rio Grande do Norte”, destacou.

Em relação ao cargo de presidente da República Kelps disse: “A decisão quanto a presidente da República ela ainda passa por toda uma discussão nacional, na qual eu, que sou membro da executiva nacional, defendo que o partido sempre apresente candidatos, por time que não joga não tem torcida. Defendi na eleição passada e vou defender nesse novamente”, justificou.

Agora RN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

Categorias