Kelps Lima silencia sobre o Solidariedade e mesma coisa acontece em Caicó (RN)

Nas últimas horas, o partido Solidariedade foi atingido por um verdadeiro furacão, mas o presidente do partido no Rio Grande do Norte, Kelps Lima, manteve um silêncio absoluto. Em meio a turbulências e controvérsias que envolveram a legenda, muitos esperavam uma declaração de apoio ou repúdio por parte do líder regional, mas nenhuma palavra foi emitida.

O Solidariedade, que recentemente viu seu presidente nacional, Eurípedes Júnior, se tornar o principal alvo da Operação Fundo do Poço, realizada pela Polícia Federal, enfrenta um momento de intensa crise e questionamentos. A operação, que investiga esquemas de corrupção e desvio de recursos públicos, colocou o partido sob os holofotes da mídia e do público, gerando especulações e incertezas sobre o futuro da legenda.

Em Caicó, RN, onde Diego Vale preside o Solidariedade e apoia a candidatura de Sandra Kelly, a situação também se complicou. Sandra Kelly, associada ao partido em um momento crítico, pode enfrentar desafios adicionais em sua campanha, especialmente com a ausência de um posicionamento oficial de apoio ou esclarecimento por parte de Kelps Lima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

julho 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Categorias

Sem confiança

Se não houvesse motivo para o servidores municipais de Caicó duvidarem que a prefeitura não colocará em dia os seus pagamentos estariam comprando a prazo

Leia Mais