Juíza de Natal usa Whatsapp para realizar audiência com réu em Portugal e agilizar processo

A juíza Sabrina Smith, titular do 9º Juizado Especial Cível de Natal, recorreu à tecnologia para dar celeridade e eficácia à condução de um processo que tramita em seu juizado.

Durante cerca de seis meses uma audiência foi marcada e reaprazada por diversas vezes devido à ausência do réu, que voltou a residir em seu país de origem – Portugal – e não pôde comparecer à audiência de instrução. A magistrada decidiu então fazer a audiência por meio de videoconferência, na presença do advogado do réu, que tinha poderes para transigir e da outra parte. Para simplificar o processo, usou o WhatsApp.

Com os argumentos da informalidade do juizado, da efetividade do julgamento e da celeridade processual, a juíza Sabrina Smith conseguiu realizar a audiência na última quarta (03), que embora não tenha chegado a um acordo, venceu o obstáculo apresentado pela impossibilidade de presença do réu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2021
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Categorias

Bolsonaro no jornal do Vaticano

O L’Osservatore Romano destacou o atentado contra Jair Bolsonaro. O texto se refere ao presidenciável como “expoente da direita radical e defensor linha dura contra o

Leia Mais