Jogo político tumultuado em Jardim do Seridó

rosa2O ex-prefeito Edimar Medeiros, atualmente no PSB (Partido Socialista Brasileiro), já recebeu o convite do presidente João Maia, para conduzir os destinos do PR (Partido da República), no município o que deverá acontecer nos próximos dias. Sendo assim ele apoiará João Maia.

E a sua base aliada o acompanharia? Isso porque o PSB terá candidatura própria com o vice-governador Iberê Ferreira.

Atualmente a oposição jardinense é composta por cinco vereadores: Gilberto Valdeger (PSB), Aninha de Ozires (PSB), Anchieta Júnior (PR), Iron Júnior (PP) e Zé Dantas (PP).

Vejam só as voltas que o mundo dá.

Situação mais complexa vive o atual prefeito, padre Jocimar Dantas, porque não sabe ao certo quem apoiará. Na Semana Santa o prefeito recebeu na cidade a senadora Rosalba Ciarline e disse abertamente que ela era a sua candidata, só que com esse quadro atual acho pouco provável a “Rosa” conseguir viabilizar a sua candidatura.

Nos bastidores o deputado federal Henrique Eduardo vem costurando uma possível aliança do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) com o PSB da governadora Wilma de Faria. E a chapa seria Iberê Ferreira para o governo e para o senado Garibaldi Alves e Wilma de Faria.

Conclusão: Quem pensava em votar em Rosalba não votaria mais e quem pensava em votar em Iberê não votaria mais. Ou votaria mesmo assim? Ah! sei mais de nada, me deu até dor de cabeça agora.

Fonte: Jornal a Fonte.

5 respostas

  1. XERIFE, GOSTARIA DE TECER, AQUI, ALGUNS COMENTARIOS AINDA SOBRE A NOVELA DA CAMARA DE CAICÓ.

    Geralmente, o senso comum leva as pessoas a pensarem de forma simplista. A mídia (a saber, a de Caicó) sabe disso e se aproveita disso para reprodusir certos discursos que dão audiencia, que é o que interessa a imprensa.

    Concordo que os interesses da população deve está acima dos individualismos que se gestão na câmara. No entanto, é importante que não nos deixemos levar pelas primeiras impressões, é importante que nossas opiniões, que precedem as nossas ações, estejam bem fundamentadas para que não sejamos injustos.

    Pelo que venho acompanhando com relação a crise que se instaurou na câmara de Caicó, percebo que as criticas (no sentido de deboches e injúrias) vem caindo maciçamente em cima do chamado G4.

    As pessoas têm pintado o quadro dessa crise com cores oposta, extremando-as em um lado do bem e outro do mal, como se só os representantes do G4 fossem movidos por interesses pessoais.
    No entanto, o que existe ali são dois lados que agem de muito semelhante.

    Todos estão buscando manter seus interesses em torno da eleição de um ou de outro.

    A diferença, a meu ver, é que o grupo do G4, assumiu a briga de um modo, mas claro, não escondendo da opinião publica, em fim, de um modo que eu encaro como uma atitude de coragem, sinceridade e honestidade.

    O que o G4 vem sofrendo é o pagamento que se costuma cobrar pela transparência. O que se deve cobrar, agora, é que o G6 deixe claro a população as razões que os matem unidos.

    Há algumas perguntas cujas respostas poderiam elucidar melhor a trama dessa novela: Quais os motivos da insatisfação do G4? Por que todos desejam o cargo de presidente? De que forma os aliados do G4 ou do G6 se beneficiaram (ou não) do resultado dessa eleição? Por que o G6 deseja a eleição de doutor Valdemar?

    XERIFE, FICARIA MUITO AGRADECIDO SE VOSSE POSTASSE UM COMENTARIO AOS SEUS.

  2. xerife,o padre é péia, quem ele apoiar eu voto, obrigado padre vc é 10. é o padre, é o padre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias