Japão condena execução de refém por extremistas islâmicos

refemjapao

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, condenou o “vil e imperdoável” assassinato de um refém japonês anunciado pelo grupo jihadista Estado Islâmico em um vídeo considerado crível, e exigiu a libertação imediata de um segundo compatriota. “Tal ato terrorista é vil e imperdoável, condeno nos termos mais fortes”, disse Abe, expressando suas condolências à família do refém assassinado, Haruna Yukawa, provavelmente capturado na Síria em agosto.

Ao mesmo tempo, Abe exigiu a libertação imediata do jornalista Kenji Goto, provavelmente sequestrado pelo EI no final de outubro. Os líderes dos principais partidos políticos japoneses expressaram sua indignação, enquanto o pai da vítima, entrevistado por canais de televisão, não conteve a emoção. “Vamos continuar a combater o terrorismo em conjunto com a comunidade internacional”, prometeu o primeiro-ministro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
Categorias

Temer marca um golaço

O presidente Michel Temer, que encara altos índices de rejeição, marcou um gol de placa com o anúncio de três medidas voltadas à classe média

Leia Mais