Igarn atualiza relatório dos volumes dos reservatórios do RN após últimas chuvas

ITANS-BATATA

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas (Igarn), monitora 47 reservatórios, com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos em todo o Estado. O relatório de situação volumétrica dos principais reservatórios do estado, divulgado nesta sexta-feira (24), aponta que, após as chuvas ocorridas nas últimas semanas, as reservas hídricas do estado obtiveram melhoria em alguns mananciais.

Em comparação com o relatório volumétrico divulgado no dia 6 de fevereiro, os reservatórios considerados em volume morto amentaram de 12 para 15, o que corresponde, atualmente, 31,9% do dos reservatórios do Estado. Já o número de reservatórios secos diminuiu de 21 para 13, reduzindo de 44%, para 27,6% em termos percentuais.

Somando-se os números, a porcentagem de reservatórios em estado crítico teve uma redução de 69%, para 59,9%.

Com relação aos reservatórios de maior capacidade no Estado, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, continua reduzindo de volume.Com capacidade de 2,4 bilhões de metros cúbicos, em 6 de fevereiro estava com 328,486 milhões de metros cúbicos, agora está com 325,768 m³, 13,57% do seu volume total, com as últimas chuvas sua redução ocorreu com menor intensidade.

Já a barragem Santa Cruz do Apodi, com capacidade total de 600 milhões de metros cúbicos, continua melhorando de nível, passou dos 111,623 milhões de metros cúbicos, para 136,327m³, 22,73% do seu volume total.A Barragem de Umarí, em Upanema, com capacidade total de 292,8 milhões de metros cúbicos,também aumentou seu volume de 26,009 milhões de metros cúbicos, para 32,218 e chegou a 11% da sua capacidade total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  
Categorias

A cobra vai fumar

A Prefeitura Municipal de Caicó abriu o prazo para adesão ao Programa de Recuperação Fiscal (Refis 2017). Quando o dinheiro do IPTU acabar… A cobra

Leia Mais

Puxe a calculadora!

Na eleição proporcional, tudo é conta. O primeiro mistério é o coeficiente eleitoral. Em seguida, quantas vagas ficam com cada coligação. Do lado do governador

Leia Mais