Herdeiro da Samsung é condenado a 30 meses de prisão por suborno

jay y. lee samsung Herdeiro da Samsung é condenado a 30 meses de prisão por suborno

Um tribunal da Coreia do Sul sentenciou nesta segunda-feira (18) o vice-presidente do conselho de administração da Samsung Electronics, Jay Y. Lee, a dois anos e meio de prisão por subornar uma autoridade ligada a ex-presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye.

Segundo a agência de notícias Reuters, o caso começou em 2017, quando Jay foi julgado por subornar a ex-presidente. Ele cumpriu um ano de prisão e saiu após um tribunal de apelações suspender o processo em 2018.

Em 2019, a Suprema Corte do país ordenou que o executivo de 52 anos fosse julgado novamente. O entendimento da justiça sul-coreana é que Jay Y. Lee pagou propina à amiga da ex-presidente em troca de privilégios concedidos pelo governo à empresa. Ele nega as acusações. O caso de corrupção envolvia Choi Soon-Sil, uma amiga da ex-presidente que ficou conhecida como Rasputina.

O Tribunal Superior de Seul considerou Lee culpado de suborno, apropriação indevida e dissimulação de receitas no valor de cerca de 8,6 bilhões de won (cerca de R$ 41,4 milhões) e disse que o comitê independente de compliance criado pela Samsung no início do ano passado ainda não entrou em vigor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  
Categorias

Noite das musas no Carnatal

A noite deste sábado, 05 de dezembro, foi das musas do Axé Ivete Sangalo e Cláudia Leitte. Ivete Sangalo encerrou sua participação no Cerveja &

Leia Mais