Grupo de Carlos Eduardo deverá ter duas coligações na disputa para vereador

Com convenções marcadas para o próximo sábado, os partidos que anunciaram apoio à pré-candidatura do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) dialogam em busca de um consenso para a estratégia do grupo na disputa proporcional. Ontem, os líderes das legendas se reuniram mais uma vez. De acordo com o vereador Júlio Protásio, líder do PSB na Câmara, as siglas estão perto de um entendimento, que poderá ser anunciado ainda hoje.

O vereador informou que a tendência é a divisão do grupo de apoio a Carlos Eduardo em duas chapas proporcionais. A primeira coligação formada por PSB, PDT e PPS. A segunda, por PCdoB, PRB, PSD, PST e PPL. A intenção, segundo ele, é que as duas composições elejam um maior número de parlamentares do que um “chapão” composto por todos os partidos na majoritária. O pessebista destacou que os dirigentes partidários se reunirão hoje em mais uma rodada de negociações.

De acordo com o parlamentar, a estratégia de divisão também contemplará o objetivo dos partidos de lançar nominatas maiores nas eleições deste ano. Ele observou que cada coligação só poderá lançar até 58 candidatos, o que limitaria o grupo, caso optasse pelo “chapão”. “Foi cogitada uma divisão de até três grupos, mas ficaria muito disperso. Acredito que prevalecerá esse entendimento das duas coligações. Os partidos deverão enxugar suas chapas para cumprir esse entendimento”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes

fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829  
Categorias